fbpx
 

Aventura alucinante coloca crenças à prova

Home » Sala de Imprensa » Aventura alucinante coloca crenças à prova

Livro distópico evidencia o poder dos personagens femininos

Desde os 12 anos, Renan Carvalho, fantasia em sua mente a história de Supernova – O encantador de flechas. Influenciado por jogos de RPG, Renan gerava e interpretava seus personagens neste universo mágico.

Publicado pelo selo Novos Talentos da Literatura Brasileira, sua obra é resultado de uma mistura entre cadernos velhos de RPG e todas as outras referências que teve na vida.

O primeiro volume de uma série de fantasia tem um tom de distopia e se passa em Acigam, uma cidade que se isolou do resto do mundo e parou de evoluir. Cercados por enormes muros, os moradores não possuem liberdade para ir e vir, tendo acesso restrito a qualquer coisa feita no lado de fora. O governo ainda proíbe magia e mantem esse conhecimento oculto para a maioria da população, mesmo quando tal prática é conhecida como ciência no resto do mundo.

“Imersa em uma ditadura ideológica, a isolada cidade de Acigam sofre com a ameaça da guerra civil. De um lado, a Guilda, um grupo que usa os ensinamentos da Ciência das Energias para exigir os direitos da população. Do outro, um governo tirano, com soldados especialistas em aniquilar magos, nome vulgar dado aos praticantes de tal ciência. No meio desse conflito, vive Leran, um garoto prestes a se formar na escola e não sabe qual futuro pode ter em uma cidade como Acigam. Após o envolvimento dos membros de sua família na rebelião, ele percebe que também está fadado a participar da guerra e vive uma aventura alucinante para descobrir mais sobre a misteriosa ciência que permite encantar objetos com a energia dos elementos. Leran deverá conciliar suas preocupações com a irmã mais nova, a recente vida amorosa e o medo de ser capturado pelos terríveis silenciadores.” (Quarta-capa – O Encantador de flechas)

Assista ao booktrailer: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=BcxgooGL0Bc

Leia a entrevista que a editora fez com o autor e conheça mais curiosidades da vida de Renan Carvalho:

Novos Talentos: SuperNova mistura ação, suspense e uma pitada de ficção científica. Como foi que essas temáticas entraram na sua vida?
Renan Carvalho: Sempre gostei de ficção, todo tipo dela. Games, HQs, filmes e livros. Meu trabalho carrega os traços das formas de ficção que eu mais gosto. Além disso, muitas vezes temos vidas monótonas, caídas na rotina. A ficção e a fantasia possuem o poder de nos tirar desse ciclo, de nos fazer pensar de uma forma diferente.

NT: Como foi o processo de escrita do enredo que compõe o livro? E como criou os personagens?
RC: Supernova é um projeto antigo na minha cabeça. O enredo em si foi sendo elaborado durante anos na imaginação de um moleque que sempre gostou de vídeo games, desenhos animados e RPG. Quando decidi escrever o livro, passei mais tempo organizando os pensamentos do que de fato pensando no que iria acontecer. Os personagens vieram da mesma forma. Todos me acompanham há anos, sentam ao meu lado no carro quando dirijo, dormem comigo no mesmo quarto. Durante a adolescência já os tinha desenhado, já tinha suas características. Eles só amadureceram junto comigo e ficaram prontos para contar suas histórias.

NT: Quais são suas influências literárias e como os leitores podem encontrá-las em sua obra?
RC: Tudo que é fantasia me influenciou de alguma forma. Mas vou citar algumas mais marcantes. Sempre tive dificuldade de ler livros mais densos, pois sou uma pessoa muito agitada. Quando o livro não me prende, simplesmente o largo. Fiquei surpreso com Jogos Vorazes quando percebi que havia lido mais de 100 páginas sem nem perceber o tempo passar. Decidi que minha história deveria ser contada com a mesma dinâmica. Os capítulos enganchados, o fluxo e leitura e da narrativa da Suzanne me motivaram a contar uma história ágil. Acho até que consegui tornar Supernova ainda mais dinâmico misturando outras referências. Além disso, não posso ignorar obras primas do gênero, como o Senhor dos Anéis e Harry Potter, que abriram a mente das pessoas, fazendo-as amar a fantasia.

NT: Fale um pouco sobre você. Seus hobbies, sua trajetória profissional, etc
RC: Sou formado em Marketing pela USP e trabalho no ramo dos negócios de uma grande multinacional. Como hobbie… hum, acho que tenho vários. Vou para a academia cinco vezes por semana, adoro ler e jogar  video game, coleciono bonequinhos (figuras de ação), me arrisco, às vezes, nos desenhos e, é claro… Amo criar histórias!

NT: O que os leitores podem esperar do seu livro?
RC: Uma trama ágil, envolvente e que consiga prendê-los por horas dentro do livro. O Encantador de Flechas aborda política, questões sociais, romance e outros temas atuais em uma aventura mágica, que traz novas surpresas a cada capítulo.

Sobre o autor: Renan cresceu com um gosto inexplicável por histórias fantásticas. Amante de desenhos, HQs, filmes, games e livros, aprendeu, desde cedo, a criar seu próprio mundo. Era o garoto que escrevia mais de vinte páginas nas lições de redação e tirava zero por ter fugido do tema proposto. Com o passar dos anos, deixou a fantasia de lado e voltou-se para o mundo real. Graduado em Marketing, passou a trabalhar dentro de sua área de formação. Foi apenas com vinte e cinco anos que decidiu buscar os cadernos empoeirados da época de criança e redescobriu sua paixão.

Ficha Técnica:

Selo Novos Talentos da Literatura Brasileira
ISBN: 978-85-7679-902-3
Páginas: 360
Formato: 23 x 16 cm
Por: R$ 34,90

Posted on