fbpx
 
Uma poesia para cada fase da vida: os autores por trás dos versos

Tempo de leitura: 3 minutos

Uma poesia para cada fase da vida: os autores por trás dos versos

Amor, família, empoderamento feminino, invisibilidade da mulher, dúvidas sobre a existência, incertezas da pandemia e as belezas infinitas do Congo. Nas mãos de um poeta, cada detalhe da vida pode virar poesia!
Para esse dia 31 de outubro, Dia Nacional da Poesia, além de homenagear o saudoso Carlos Drummond de Andrade, um dos principais nomes da literatura brasileira, também é uma ótima oportunidade para conhecer e prestigiar novos poetas e poetisas nacionais. Para isso, separamos cinco livros de poemas que você precisa ler ainda esse ano: 

 

O Silêncio e o Grito: por meio de poemas, a poeta carioca Thelma visibilizar os sentimentos das mulheres que se sentem amordaçadas pela sociedade machista. Ela vai além dos aspectos mais íntimos para abordar temas cotidianos como invisibilidade da mulher, empoderamento feminino, violência, vulnerabilidade, família e Alzheimer. À pandemia, dedica a quinta e última parte do livro, com versos sobre luto, esperança e altruísmo.

 

(Autora: Thelma Miguel | Páginas: 172 | Onde comprar: Amazon)

 

 

 

Capa - A Sombra da EvaÀ sombra de Eva: essa obra é a síntese do estado feminino: amoroso, erótico, social, intelectual. Os versos desta antologia, desenvolvidos ao longo de quatro décadas por uma das mais importantes poetisas brasileiras contemporâneas, trazem uma figura feminina superior, totalmente integrada ao meio cósmico, uma sacerdotisa-feiticeira, como Morgana, que preconiza e vivencia a unidade com o homem, com a terra e com o céu. Mais que ao feminino, essa antologia nos encaminha ao arquétipo da própria vida, numa espécie de paraíso redimido.  

 

(Autora: Darcy Denófrio | Páginas: 164 | Onde comprar: Amazon)

 

 

Como amar demais em um mundo canalha: o lançamento de Leila Krüger é sobre se perder e se encontrar. Sobre ser mulher de fato, ou ser humano, assumindo as mudanças e dúvidas constantes da vida, sem renegar raízes, sonhos e a capacidade e o direito de amar e ser amada. Um livro sobre cicatrizes bonitas de quem conseguiu forças para se enfrentar e lutar. Amor é a grande resposta a um mundo canalha. Você é capaz de se amar outra vez?

 

(Autora: Leila Krüger | Páginas: 116 | Acesse: Amazon)

 

 

 

O Sol do Congo: coletânea de poemas inspirada pelo movimento das águas fluviais da Bacia do Congo, a segunda maior do planeta. Essa abundância hídrica, somada às chuvas torrenciais seguidas por um sol tímido no céu nublado, trouxeram ao autor a enzima para produzir uma poética ambiental, na qual é reconhecida a complexidade do ecossistema tropical e contemplada, com deslumbramento e estupor, a dinâmica da fauna e da flora regionais.

 

(Autor: Raul de Taunay | Páginas: 137 | Acesse:Amazon)

 

 

 

Os poemas que guardei pra mim: nesse livro, será possível encontrar, entre os versos, as belezas e as consequências de sentir demais em um mundo em que todos parecem ser programados a esconder os sentimentos pessoais e confidenciais. Seja por incompreensão, insegurança ou por escolha. Essa antologia poética organizada reúne poetas e poetisas de várias regiões do Brasil.


(Editora Ascensão | Páginas: 80 | Acesse: Amazon)

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *